A concepção do espaço econômico polarizado

Jandir Ferrera de Lima

Resumo


artigo analisa a concepção de espaço econômico polarizado. A noção de pólo é ligada à noção dedependência. O pólo reflete a concentração das atividades produtivas e da existência de um centro, com umapequena periferia composta de vários espaços que gravitam no seu campo de influência econômica e política.Portanto,a questão principal na análise espacial e até mesmo na política territorial deve ser a busca pelo policentrismo dasatividades econômicas. Na realidade, uma das características do desenvolvimento capitalista é a exclusão social dosespaços e das culturas que não se adaptam à sua lógica de produção. Por isso, o processo de polarização é umelemento de conflito, pois vem reforçar as desigualdades regionais e o caráter excludente do sistema produtivo.

Palavras-chave


Economia Regional; Economia Espacial; Desenvolvimento Econômico.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Manuel Correia. Espaço, polarização e desenvolvimento: uma introdução à economia regional. São Paulo: Atlas, 1987.

BAILLY, A. S. Espace géographique et espace vécu. In: PAELINCK, Jean; SALLEZI, Alain (org.). Espace et localisation. Paris: Economica, 1983. p. 290-303.

BOUDEVILLE, Jacques-R. Aménagement du territoire et polarisation. Paris: M.-Th. Génin, 1972.

CLAVAL, Paul. Comment s’organise l’espace régional? Revue Sciences Humaines. Hors-série, n. 8, février-mars, p. 6-8, 1995.

GUTIERREZ, Maria B. S. Comércio e meio ambiente no Mercosul: Algumas considerações preliminares. Texto para discussão n. 470, Rio de Janeiro: IPEA, mar. 1997.

KEYNES, John. Teoria geral do emprego, do juro e da moeda. (Os economistas). São Paulo: Nova Cultura, 1985.

LIMA, Jandir F.; SILVA, Josemar; PIFFER, Moacir. A teoria da polarização como instrumento de programação econômica a nível regional. Revista de Desenvolvimento Econômico, Salvador, v. 1, n. 2, p. 48-56, 1999.

MARSHALL, Alfred. Principles of economics. London: Macmillan, 1938.

PERROUX, François. O conceito de pólo de crescimento. In: SCWARTZMANN, J. (org.) Economia regional e urbana: textos escolhidos. Belo Horizonte: CEDEPLAR, 1977. p. 145-156.

PERROUX, François. Dialogue des monopoles et des nations équilibre ou dynamique des unités actives? Grenoble Presses Universitaires de Grenoble, 1982.

PONSARD, Claude (org.). Analyse économique spatiale. Paris: Presses Universitaires de France, 1988.

SANTOS, Milton. La nature de l´espace. Paris: L’Harmattan, 1997.

SILVA, Josemar. A teoria dos pólos de desenvolvimento: uma discussão teórica dos pólos de desenvolvimento do Paraná. Monografia (graduação) – UNIOESTE, Toledo, 1996




DOI: http://dx.doi.org/10.20435/interações.v4i7.536

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1984-042X (versão online)
ISSN 1518-7012 (versão impressa, até v. 16, n. 1, jan./jun. 2015)