Construção de saberes com agricultores familiares no Nordeste Paraense

  • Gustavo Meyer
  • Dalva Maria da Mota
  • Roselany de Oliveira Corrêa
Palavras-chave: Saberes. Construção. Agricultura familiar.

Resumo

O objetivo do artigo é analisar o processo de construção de saberes decorrente de uma interação entreagricultores familiares, técnicos e pesquisadores visando à criação de peixes no Nordeste Paraense. Para isso,são discutidas as lógicas orientadoras das ações desses agricultores, bem como são analisados os elementos quefavoreceram a construção de saberes e a socialização de novos conteúdos. O entendimento prévio sobre a noçãode construção de conhecimento e de saberes orienta a análise.

Referências

CUNHA, M. C. Populações tradicionais e a convenção da diversidade biológica. Estudos Avançados, São Paulo, v. 13, n. 36, p. 147-163, 1999.

CUNHA, R. B.; PRADO, G. V. T. A produção de conhecimentos e saberes do/a professor/a-pesquisador/a. Educar, Curitiba, n. 30, p. 251-264. Editora UPPR. 2007.

FURTADO, E. D. P. Educação popular: construindo autonomia com comunidades e populações tradicionais. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL PAULO FREIRE, 5., 19-22/set. 2005, Recife. Anais..., Recife, 2005.

GASTAL, M. L. et al. Método participativo de apoio ao desenvolvimento sustentável de assentamentos de reforma agrária. Planaltina: Embrapa Cerrados, 2002. 34 p. (Documentos / Embrapa Cerrados, 51).

GAZOLA, M.; SCHNEIDER, S. A produção da autonomia: os “papéis” do autoconsumo da reprodução social dos agricultores familiares. Revista Estudos Sociedade e Agricultura, Rio de Janeiro, v. 15, p. 89-122, 2007.

JOVCHELOVITCH, S. Psicologia social, saber, comunidade e cultura. Psicologia Social, v. 16, n. 2, p. 20-31, ago. 2004.

MARANDINO, M. Transposição ou recontextualização? Sobre a produção de saberes na educação em museus de ciências. Revista Brasileira de Educação, n. 26, p. 95-108, maio-ago. 2004.

MATOS, A. G. Desenvolvimento humano, pobreza rural e inclusão social. Revista NEAD – Núcleo de estudos agrários e desenvolvimento rural, Brasília, Ministério de Desenvolvimento Agrário, out. 2002. Artigo do mês. Disponível em: <http://www.nead.org.br/index. php?acao=artigo&id=15>. Acesso em: 21 nov. 2007.

MEIRELLES, B. H. S.; ERDMANN, A. L. A interdisciplinaridade como construção do conhecimento em saúde e enfermagem. Texto contexto - enferm., Florianópolis, v. 14, n. 3, jul./set. 2005.

MINAYO, M. C. S. Interdisciplinaridade: funcionalidade ou utopia? Saúde e Sociedade, v. 3, n. 2, p. 42-64, 1994.

MOTA, D. M.; SCHMITZ, H.; FREITAS, M. N. Pesquisa e agricultura familiar: contribuições para o debate. Raízes, Campina Grande, v. 26, n. 1 e 2, p. 128-139, 2007.

MOTA, E. A. D. Saberes e conhecimentos docentes: experi ências da formação e experiências da profi ssão. 2005. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de Campinas, Campinas, 2005.

NEVES, D. P. Construção de novas competências para o desenvolvimento rural. In: MOTA, D. M.; SCHMITZ, H.; VASCONCELOS, H. E. M. (Orgs.). Agricultura familiar e abordagem sistêmica. 1. ed. Aracajú: SBSP, 2005. 398 p.

OLIVEIRA, C. D. S.; VEIGA, I.; KATO, M .S. A. Percepção de agricultores familiares sobre uma intervenção técnica: roça sem queima. In: ENCONTRO DA REDE DE ESTUDOS RURAIS, 1., 2006, Niterói. Anais.... Niterói: RER, 2006.

RAPIMÁN, D. Q. Saberes y conocimientos indígenas em la formación de profesores de educación intercultural. Educar, Curitiba, n. 29, p. 223-239, 2007.

RÖLLING, N. Facilitating Sustainable Agriculture: Turning Policy Models Upside Down. In: SCOONES, I., THOMPSON, J. (Orgs.). Beyond Farmer First: Rural People’s Knowledge, Agricultural Research and Extention Practices. London: IT Publications, 1994. p. 245-248.

SAGARPA (Secretaría de Agricultura, Ganadería, Desarrollo Rural, Pesca y Alimentación). Informe de Evaluación Nacional (Preliminar) – Subprograma de Investigación y Transferência de Tecnologia. México: SAGARPA, FAO, 2004. 161 p.

SARTRE, X. A et al. Identifi cação e avaliação da diversidade dos tipos de exploração do ambiente na Amazônia Oriental. Cadernos de Ciência e Tecnologia, Brasília, v. 22, n. 1, p. 207-220, jan./abr. 2005.

SIMÕES, A. Novas competências para a ATER: o desenvolvimento rural visto como diferentes regimes de ação. In: MOTA, D. M. et al. (Orgs.). Agricultura Familiar e Abordagem Sistêmica. 1 ed. Aracajú: Sociedade Brasileira de Sistemas de Produção, 2005. p. 199-222.

TAVARES, F. B.; VEIGA, I. Diversidade de saberes e práticas relacionadas à gestão das pastagens em uma localidade da fronteira agrária da Amazônia Oriental. Amazônia: Ciência & Desenvolvimento, Belém, v. 2, n. 3, jul./dez., 2006.

VEIGA, I. Saber e participação na transformação dos sistemas de produção da agricultura familiar da Amazônia. In: SIMPÓSIO LATINO AMERICANO SOBRE INVESTIGAÇÃO E EXTENSÃO EM SISTEMAS AGROPECUÁRIOS, 5. e ENCONTRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO, 5., 2002, Florianópolis. Anais... Florianópolis: SBSP, 2002.

WERNECK, V. R. Sobre o processo de construção do conhecimento: O papel do ensino e da pesquisa. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 14, n. 51, p. 173- 196, abr./jun. 2006.

Publicado
2016-02-15