Desenvolvimento local do Povoado de Melancias frente às transformações do Norte de Minas Gerais

Palavras-chave: desenvolvimento, políticas públicas, desenvolvimento local, Norte de Minas.

Resumo

Este trabalho discutiu o desenvolvimento local frente às proposições desenvolvimentistas modernas, especificamente na região do Norte de Minas Gerais. Teoricamente, foram feitas discussões acerca do conceito de desenvolvimento nos países periféricos e sua relação com o desenvolvimento local. Metodologicamente, foram usadas histórias orais. Os resultados mostram que o desenvolvimento da região impôs novas lógicas ao desenvolvimento local, apresentando, ao mesmo tempo, potencial de desenvolvimento endógeno frente às transformações ocorridas na região.

Biografia do Autor

Lucas Alves Prates, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR)
José de Arimatéia Dias Valadão, Universidade Federal de Lavras (UFLA)
Professor do Bacharelado em Administração Pública no Departamento de Administração e Economia (DAE/UFLA) e Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Administração Pública (PPGAP/UFLA)

Referências

ARRIGHI, G. A ilusão do desenvolvimento. 4. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998.

ÁVILA, V. F. Realimentando a discursão sobre teoria do desenvolvimento local. Interações, Campo Grande, v. 8, n. 13, p. 133-40, set 2006.

______. Pressupostos para formação educacional e desenvolvimento local. Interações, Campo Grande, v .1, n. 1, p. 63-76, set. 2000.

COSTA, J. B. A. Cultura, natureza e populações tradicionais: o Norte de Minas como síntese da nação brasileira. Revista Verde Grande, Montes Claros, v. 1, n. 3, dez./fev. 2005.

CRESWELL, J. W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2007.

CUNHA, M. G. C. Territorialidades sertanejas: permanência e transformações no espaço rural norte-mineiro. São Paulo: Intermeios, 2012.

______. Entre Cercas: permanências e transformações no espaço rural do sertão Norte Mineiro. In: ENCONTRO NACIONAL DE GEÓGRAFOS, 16., Porto Alegre, RS, 25-31 jul. 2010. Anais... Porto Alegre, 2010.

FONSECA, G. S. Migrações na mesorregião do Norte de Minas/MG: análise do censo demográfico de 2010. Belo Horizonte. 2015. Tese (Doutorado em Geografia - Tratamento da Informação Espacial) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, 2015.

______. Espacialidades das migrações temporárias mirabelenses: implicações na territorialidade local. 2009. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC), São Paulo, SP, 2009.

FRANÇA, I. S.; BARBOSA, R. S; SOARES, B. R. O sertão norte-mineiro e suas transformações recentes. Educare, Montes Claros, v. 2, p. 66-77, 2006.

FURTADO, C. Desenvolvimento e subdesenvolvimento. Rio de Janeiro: Contraponto, 2009.

______. Em busca de novo modelo. São Paulo: Editora Paz e Terra, 2002.

______. Reflexões sobre a cultura brasileira. In: Cultura e desenvolvimento em época de crise. Rio: Paz e Terra, 1984.

______. Mito do desenvolvimento econômico. 3. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1974.

ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA (IDEB). Consulta IDEB, 2015. Disponível em: <http://idebescola.inep.gov.br/ideb/escola/dadosEscola/31084395>. Acesso em: 15 fev. 2018.

MOREIRA, H. F. Se for pra morrer de fome, eu prefiro morrer de tiro: o Norte de Minas e a formação de lideranças rurais. 2010. 129p. Dissertação (Mestrado de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, 2010.

MYRDAL, G. Teoria econômica e regiões subdesenvolvidas. 3. ed. Rio de Janeiro: Saga, 1972.

NURKSE, R. Problemas de formación de capital en los países insuficientemente desarrolados. México: Fondo de Cultura Económica, 1953.

OLIVEIRA, F. Aproximações ao enigma: o que quer dizer desenvolvimento local. São Paulo: Instituto Polis, Programa Gestão Pública e Cidadania/EAESP/FGV, 2001.

PREBISCH, R. Dinâmica do desenvolvimento latino-americano. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1968.

RAMOS, G. A modernização em nova perspectiva: em busca do modelo da possibilidade. In: HEIDEMANN, F. G.; SALM, J. F (Org.). Políticas públicas e desenvolvimento: bases epistemológicas e modelos de análise. Brasília: UNB, 2009. p. 41-78.

ROCHA, M. E. M. Celso Furtado e a formação da cultura brasileira. Eptic (UFS), v. 14, n. 1, [s.p.], jan./abr. 2012.

ROSTOW, W. W. Etapas do desenvolvimento econômico. 2. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1964.

SCHUMACHER, E. F. O negócio é ser pequeno: um estudo de economia que leva em conta as pessoas. Rio de janeiro: Zahar, 1977.

SEN, A. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

Publicado
2018-02-26