A importância da participação social na sustentabilidade do desenvolvimento loca

Juliana D. Rocha, Maria Augusta Bursztyn

Resumo


Organizado em cinco partes, o presente artigo visa explanar sobre a participação social como fatorcondicionante à obtenção da sustentabilidade do desenvolvimento local, e levanta algumas questões, problemas edesafios. Inicia-se com uma breve explanação dos diversos usos da abordagem participativa e em seguida expõe ostemas Poder Local, Democracia e Descentralização, com ênfase à necessidade de fortalecimento do tecido social local,essencial ao processo de busca do almejado desenvolvimento local sustentável.

Palavras-chave


Participação social; desenvolvimento local; sustentabilidade.

Texto completo:

PDF

Referências


BURSZTYN, Marcel. Políticas Públicas para o Desenvolvimento (Sustentável). In: A difícil sustentabilidade: Política Energética e Conflitos Ambientais. Rio de Janeiro: Garamond, 2001, p. 59-76.

FISCHER, T. Poderes locais, Desenvolvimento e Gestão: introdução a uma agenda. In: Gestão do desenvolvimento e poderes locais: marcos teóricos e avaliação. Salvador: Casa da Qualidade, 2002, p. 12-32.

FRANCO, A. A revolução do local: globalização, glocalização, localização. Brasília: AED/São Paulo: Editora Cultura, 2004. FURTADO, R. & FURTADO, E. Capital Humano e Capital Social nos Territórios Rurais: Imposições para uma Nova Formação dos Profissionais do Campo. In: I FÓRUM INTERNACIONAL SOBRE TERRITÓRIO, DESENVOLVIMENTO RURAL E DEMOCRACIA. 2003. Anais...Fortaleza, p. 7-29. (Cd-Rom). HUYNH, C. T. Participate in Development. Paris: UNESCO, 1986.

JACOBI, P. R. Espaços Públicos e Práticas Participativas na Gestão do Meio Ambiente no Brasil. In: Revista Sociedade e Estado. Brasília: Editora UnB. n. 18, p. 315-338, 2003.

JARA, Carlos J. Qualidade social e desenvolvimento sustentável dos territórios rurais: Porque a sociabilidade tem que ser capitalizada? Equador: IICA – Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura; Brasil: IICA, 2003.

MMA - Ministério do Meio Ambiente. Os parceiros do Desenvolvimento Sustentável e as Agendas Regionais e Locais. In: A caminho da Agenda 21 brasileira. Brasília, 2000. Disponível em: . Acesso em: mar. 2001.

MINISTRY of Environment and Energy – Denmark. Introduction to local Agenda 21 in Denmark. Copenhague, 2000. Disponível em: . Acesso em: fev. 2001.

PERICO, R. E. Democracia Econômica e Democracia Política: uma perspectiva territorial. In: I FÓRUM INTERNACIONAL SOBRE TERRITÓRIO, DESENVOLVIMENTO RURAL E DEMOCRACIA. 2003. Anais... Fortaleza. p. 7 a 29.

PRESTE, Le Philippe. O Desenvolvimento das Políticas Públicas. In: Ecopolítica Internacional. São Paulo: Ed. SENAC, 2000, p. 61-95.

ROCHA, T. A. Contribuição do planejamento municipal ao desenvolvimento sustentável. Dissertação de Mestrado. Maceió: Programa Regional de Pós-graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente, Universidade Federal de Alagoas, 2000.

ROUSSEAU, J. J. O contrato social. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

SAYAGO, Doris A. V. A invenção burocrática da participação: Discursos e Práticas no Ceará. Tese de Doutorado. Brasília: Universidade de Brasília, 2000.

URQUIZA, W. Arranjos Institucionais para a Gestão de Políticas Públicas de Base Territorial. In: I FÓRUM INTERNACIONAL SOBRE TERRITÓRIO, DESENVOLVIMENTO RURAL E DEMOCRACIA. 2003. Fortaleza. 23 p. (Cd-Rom).

WCED - World Commission on Environment and Development Our Common Future. In: NELISSEN, Nico et al. (edits.). Classics in Environmental Studies. Utrecht: International Books, 1997, p. 275-284.




DOI: http://dx.doi.org/10.20435/interações.v7i11.496

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1984-042X (versão online)
ISSN 1518-7012 (versão impressa, até v. 16, n. 1, jan./jun. 2015)