Uso e conservação da negramina (Siparuna guianensis Aubl.) em Bom Sucesso, Várzea Grande-MT

Carla Maria Abido Valentini, Maria de Fátima Barbosa Coelho, Carmen Eugenia Rodríguez Ortíz, Juliane Dias de Almeida

Resumo


Este trabalho teve como objetivo realizar um estudo da espécie medicinal Siparuna guianensis (negramina),na comunidade ribeirinha de Bom Sucesso, localizada no município de Várzea Grande - MT. Foi usada a entrevistasemiestruturada com questões fechadas e/ou abertas e concluiu-se que sua principal forma de preparo é a decocçãodas folhas, utilizada na forma de banho para alívio da gripe, febre e dores no corpo, e que este conhecimento não estásendo repassado às novas gerações do local.

Palavras-chave


Plantal medicinal. Multidisciplinaridade. Conhecimento local

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, U. P. A.; LUCENA, R. F. P.; CUNHA, L, V. F. C. (Orgs.). Métodos e técnicas na pesquisa etnobotânica. 2. ed. Recife: NUPPEA, 2008. 323p.

AMOROZO, M. C. M. Uso e diversidade de plantas medicinais em Santo Antonio do Leverger, MT. Acta Botanica Brasilica, Brasília, DF, v. 16, n. 2, p. 189-203, 2002.

ARJONA, F. B. S.; MONTEZUMA, R. C. M.; SILVA, I. M. Aspectos etnobotânicos e biogeografia de espécies medicinais e/ou rituais comercializadas no mercado de Madureira, RJ. Revista Caminhos da Geografia, Uberlândia, v. 8, n. 23, Edição Especial p. 41-50, 2007.

BOURDY G.; DEWALT S.J.; CHÁVEZ de MICHEL, L.R.; DEHARO E. Medicinal plants uses of the Tacana, an Amazonian Bolivian ethnic group. Journal of Ethnopharmacology, v. 70, p. 87- 109, 2000.

BRASIL. Ministério das Minas e Energia. Projeto RADAMBRASIL. Rio de Janeiro, 1982. 544p. (Levantamento de Recursos Naturais, 26).

CABALLERO, J. Maya Homegardens: Past, Present and Future. Etnoecológica 1 (1), p. 35- 54. 1992.

CAMPO, L. M. C. A paisagem simbólica de Bom Sucesso e Limpo Grande, em Várzea Grande-MT. 2006. 184f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá-MT. 2006.

CARMONA, P. F.; GUARIM NETO, G. As Plantas medicinais, suas formas de uso e aplicabilidade fitoterápica: o saber tradicional. In: Uso da Biodiversidade: Flora medicinal do cerrado do leste mato-grossense; uma abordagem etnobotânica. Relatório técnico. Instituto de Biociências. Departamento de Botânica e Ecologia. UFMT. 2001.

CHRISTO, A.G.; GUEDES-BRUNI, R.R.; FONSECAKRUEL, V.S. Uso de recursos vegetais em comunidades rurais limítrofes à Reserva Biológica de Poço das Antas, Silva Jardim, Rio de Janeiro: Estudo de caso na Gleba Aldeia Velha. Rodriguésia, Rio de Janeiro-RJ, v. 57, n.3, p. 519-542, 2006.

DIEGUES, A.C. O mito moderno da natureza intocada. 3.ed. São Paulo: Hucitec, 2003.169p. DUARTE, T.G. 2001. Um estudo etnoecológico sobre o uso de recursos vegetais em Nova Xavantina, Mato Grosso. 2001. 135f. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Instituto de Biociências, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá-MT. 2001.

FLEURY, L.; ALMEIDA, J. Populações tradicionais e conservação ambiental: uma contribuição da teoria social. Revista Brasileira de Agroecologia, Porto Alegre- RS, v. 2, n. 3, p. 3-19, 2007.

FONSECA-KRUEL,V. S.; PEIXOTO, A. L. Etnobotânica na Reserva Extrativista Marinha de Arraial do Cabo, RJ, Brasil. Acta Botânica Brasilica, Brazília-DF, v. 18, n. 1, p. 177-190. 2004.

FONTELLE, M. G. L. C. Plantas medicinais utilizadas por raizeiros: uma abordagem etnobotânica no conteúdo da saúde e da doença. 1997. 141f. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Instituto de Biociências, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá-MT. 2001.

FUNASA, Fundação Nacional de Saúde. Ministério da Saúde. Cemitérios como Fonte Potencial de Contaminação das Águas Subterrâneas Região de Cuiabá e Várzea Grande (MT). Relatório Final. 117 p. Brasília, 2007. Disponível em: . Acesso em: 30 nov. 2008.

GIMÈNEZ, G. Território, cultura e identidades. La región sociocultural. In: BARRERO, J. M. ROCHE, F.L.; ROBLEDO, A. (Eds.) Cultura y Región. Bogotá: Ces/ Universidad Nacional/Ministerio de Cultura, 2000, p. 87-132.

HANAZAKI, N. Etnobotânica no litoral da Mata Atlântica, 2003. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2008.

HEIDEN, G.; MACIAS, L.; BOBROWSKI, V. L.; IGANCI, J. R. V. Comercialização de carqueja por ervateiros da zona central de Pelotas, Rio Grande do Sul. (nome da revista?) v. 6, n. 2, p. 50-57, 2006. INMET. Instituto Nacional de Meteorologia do Ministério da Agricultura. Boletim Agroclimatológico. Brasília, v. 30, n. 01-12, 1996.

______. Boletim Agroclimatológico. Brasília, v. 31, n. 01-12, ––––1997.

LORENZI, H.; MATOS F. J. A. Plantas Medicinais no Brasil: Nativas e Exóticas. 1. ed. São Paulo-SP: Nova Odessa / Instituto Plantarum, 2002. 512 p.

MACHADO, A.Q.; ROMIO, A. M. G. CHITARRA, G. S. Seleção de cultivares de tomate para plantio em Várzea Grande- MT. UNIVAG Centro Universitário. Grupo de Produção Acadêmica de Ciências Agrárias e Biológicas, Várzea Grande-MT. Disponível em . Acesso em: 24 jan. 2008.

MILLIKEN, W.; ALBERT, B. The use of medicinal plants by the Yanomamy Indians of Brazil. Economic Botany, v.50, n. 1, p.10-25, 1996.

MONTEIRO, U. Várzea Grande passado e presente confrontos 1867-1987. Cuiabá: Ed. Policromos, [19-]. 229 p. MONTELES, R.; PINHEIRO, C. U. B. Plantas medicinais em um quilombo maranhense: uma perspectiva etnobotânica. Revista de Biologia e Ciências da Terra, v. 7, n. 2, p. 38-48, 2º Semestre 2007.

NORDI, N. et al. Etnoecologia, Educação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável. In: SANTOS, J. E. SATO, M. (Orgs). A contribuição da educação ambiental à esperança de Pandora. São Carlos: RIMA, 2001. p. 133-144.

OLIVEIRA, A. G. Avaliação das temperaturas superficiais do solo em relação à conformação urbana existente na Praça do Aeroporto Marechal Rondon em Várzea Grande/MT. 2008. 81f. Dissertação (Mestrado em Física e Meio Ambiente) - Instituto de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá-MT. 2008.

PASA, M. C. A utilização dos recursos vegetais no Vale do Aricá, Mato Grosso: um estudo etnoecológico. 1999. 150 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Instituto de Biociências, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá-MT. 1999.

PASA, M. C. Um olhar etnobotânico sobre as comunidades do Bambá, Cuiabá-MT. Cuiabá: Editora da UFMT, 2007.143p.

PINTO SOBRINHO, F.A. Conhecimento etnobotânico de mateiros residentes no entorno de Unidades de Conservação no estado do Rio de Janeiro. 2007. 73f. Dissertação (Mestrado em Botânica) – Escola Nacional de Botânica Tropical, Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro-RJ, 2007.

PRANCE, Gillian . T. Ethnobotanical notes from Amazonia, Brazil. Economic Botany. v. 26, n. 3, p. 221- 237, 1972.

RENNER, S. S.; G. HAUSNER. Monograph of Siparunaceae. Flora Neotropica, 95, 2005. 256p.

ROCHA-COELHO, F. B.; SANTOS, M. G. Plantas medicinais utilizadas pela Comunidade Mumbuca Jalapão- TO: Um estudo etnofarmacológico. Pesquisa eConservação do Cerrado. Disponível em: <http:// www.pequi.org.br/Coelho_&_Santos.pdf RODRIGUES, L. A; CARVALHO, D. A.; GOMES, L. J.; BOTREL, R. T. 2002. Espécies vegetais nativas usadas pela população local em Luminárias-MG. Boletim Agropecuário. Lavras/MG. n. 52, p. 1-34.

RODRIGUES, V. E. G.; CARVALHO, D. A. Levantamento etnobotânico de plantas medicinais no domínio do cerrado na região do Alto Rio Grande – Minas Gerais. Ciência e Agrotecnologia, v. 25, n. 1, p. 102- 123, jan./fev. 2001.

SANTOS, I. DA S., PEIXOTO, A. L. Taxonomia do gênero Macropeplus Perkins (Monimiaceae, Monimioideae). Rodriguésia, v. 52, n. 81, p. 65-105. 2001.

SCHIMÖLLER, E. Levantamento preliminar das plantas medicinais utilizadas pelos índios Bakairi, Aldeia Pakueran (Paranatinga, Mato Grosso). 1997. 55p. Monografia (Conclusão do Curso de Graduação em Biologia) - Instituto de Biociências, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá-MT. 1997.

SHANLEY, P.R.; ROSA, N.A. Conhecimento em Erosão: Um inventário Etnobotânico na Fronteira de Exploração da Amazônia Oriental. Boletim do Museu do Pará Emídio Goeldi, Série Cências Naturais, Belém, v. 1, p. 147-171, 2005.

SILVA, J. S. A pesca artesanal, um clamor agroecológico, o território pertencimento de um desafio profissional e a resistência dos saberes geracionais à erosão do patrimônio histórico-cultural-biológico da humanidade. Resumos do V CBA – Palestras. Revista Brasileira de Agroecologia, v. 2, n. 2, p. 1174-1176, Out. 2007.

SOMAVILLA, N. V. Utilização de plantas medicinais por uma comunidade garimpeira do Sudeste mato-grossense, Alto Coité - Poxoréo / Mato Grosso. 1998. 93f. Dissertação (Mestrado em Saúde e Ambiente) - Instituto de Saúde Coletiva, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá-MT. 1998.

SOUZA, C. D.; FELFILI, J. M. Uso de plantas medicinais na região de Alto Paraíso de Goiás, GO, Brasil. Acta Botanica Brasílica, v. 20, n. 1, p. 135-142, 2006.

SOUZA, L. F. de. Levantamento etnobotânico na localidade de São Gonçalo, Cuiabá, Mato Grosso, Brasil. 1992. 41f. Monografia (Conclusão do Curso de Graduação em Biologia)-Instituto de Biociências, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá-MT. 1992.

STANLEY VIGNERON, M.; DEPARIS, X.; DEHARO, E.; BOURDY, G. Antimalarial remedies in French Guiana: A knowledge attitudes and practices study. Journal of Ethnopharmacology, v. 98, p. 351-360, 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.20435/interações.v10i2.390

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Indexada em:
 
 

ISSN 1984-042X (versão online)