Estado do Mato Grosso do Sul, Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul: políticas de educação técnica profissional

Jefferson Carriello do Carmo

Resumo


O estudo está centrado no contexto das transformações do sistema de produção capitalista a partir do final do Século XX e suas implicações nas políticas de educação profissional, por meio das ações da Federação das Indústrias em Mato Grosso do Sul e do Estado de Mato Grosso do Sul. O percurso metodológico da análise constitui na pesquisa bibliográfica, documental de cunho analítico, descritivo e interpretativo do tema.

Palavras-chave


políticas educacionais; educação e trabalho; educação profissional; desenvolvimento econômico.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, Silvana de. Planejamento governamental: a SUDECO no espaço mato-grossense. 2001. 328f. Tese (Doutorado em Geografia) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-28022002-232232/pt-br.php>. Acesso em: 15 maio 2016.

BIANCHI, Alvaro. O ministério dos industriais: a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo na crise das décadas de 1980 e 1990. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2010.

______. Estado e empresários na América Latina (1980-2000). Antropolítica, Niterói, RJ, n. 16, p. 101-22, 1º sem. 2004.

BRASIL. Resolução CNE/CEB n. 1, de 3 de fevereiro de 2005. Atualiza as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Conselho Nacional de Educação para o Ensino Médio e para a Educação Profissional Técnica de nível médio às disposições do Decreto nº 5.154/2004. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rceb001_05.pdf>.

______. Decreto n. 5.154, de 23 de julho de 2004. Regulamenta o § 2º do art. 36 e os arts. 39 a 41 da Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/decreto/d5154.htm>.

______. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro, 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, 1996. Disponível em: <http://www2.camara.gov.br/legin/fed/lei/1996/lei-9394-20- dezembro-1996-362578-norma-pl.html>. Acesso em: 15 ago. 2016.

______. Resolução n. 323.051/79, de 21 de novembro, 1979. Cria a FIEMS. Disponível em: <https://www.jusbrasil.com.br/diarios/3396870/pg-4-secao-2-diario-oficial-da-uniao-dou-de-21-11-1979?ref=next_button>. Acesso em: 26 jan. 2016.

______. Lei Complementar n. 31, de 11 de outubro, de 1977. Cria o Estado de Mato Grosso do Sul, e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/lcp31.htm>. Acesso em 15 out. 2016.

______. Ministério do Interior. Superintendência do Desenvolvimento da Região Centro-Oeste – SUDECO. II Plano Nacional de Desenvolvimento; programa de ação do governo para a Região Centro-Oeste – 1975 – 1979. Brasília, 1975.

______. Ministério do Interior. Superintendência do Desenvolvimento da Região Centro-Oeste – SUDECO. Plano de desenvolvimento econômico-social do Centro-Oeste – PLADESCO. Brasília: SUDECO, 1973.

______. I Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) - 1972/74. Brasília: IBGE, 1971.

CARMO, Jefferson Carriello do. Ações do governo do Estado de Mato Grosso do Sul para o crescimento industrial, no segundo setor, e a educação profissional. In: KASSAR, Mônica de Carvalho Magalhães; SILVA, Fabiany de Cássia Tavares (Org.). Educação e pesquisa no Centro-Oeste: políticas públicas e desafios na formação humana. Campo Grande, MS: Ed. UFMS, 2012.

______. Política de educação e desenvolvimento industrial na gênese da constituição do Estado do Mato Grosso do Sul e do município de Campo Grande (1970- 1980). In: JORNADA DO HISTEDBR, 10., História da educação: intelectuais, memória e política. Anais... Vitória da Conquista, BA: UESB, 2011. 1 CD-Rom.

______. Formas de produção e trabalho e as políticas públicas de educação profissional integrada ao ensino médio no Estado de Mato Grosso do Sul. Projeto de Pesquisa apresentado ao Processo de Seleção de Projetos para o Edital MCT/CNPq n. 014/2010 – Universal. Campo Grande, MS, 2010.

CONSELHO DE DESENVOLVIMENTO E INTEGRAÇÃO SUL (CODESUL). História. Campo Grande; Curitiba; Florianópolis, Porto Alegre. Disponível em: <http://www.codesul.com.br/conteudos.php?p=4>. Acesso em: 25 fev. 2017.

CRUZ, Sebastião Carlos Velasco. Empresariado e Estado na transição brasileira: um estudo sobre a economia política do autoritarismo (1974-1977). Campinas, SP: Editora da UNICAMP; São Paulo: FAPESP, 1995.

DINIZ, Eli; BOSCHI, Renato. Globalização, herança corporativa e a representação dos interesses empresariais: novas configurações no cenário pós-reformas. In: DINIZ, Eli; BOSCHI, Renato; SANTOS, Fabiano. Elites políticas e econômicas no Brasil contemporâneo: a desconstrução da ordem corporativa e o papel do legislativo no cenário pós-reforma. São Paulo: Fundação Konrad Adenauer, 2000.

______. Brasil: um novo empresariado? Balanço de tendências recentes. In: DINIZ, Eli (Org.). Empresário e modernização econômica: Brasil anos 90. Florianópolis: Editora UFSC/IDACON, 1993.

DINIZ, Eli; BOSCHI, Renato; SANTOS, Fabiano. Elites políticas e econômicas no Brasil contemporâneo: a desconstrução da ordem corporativa e o papel do legislativo no cenário pós-reforma. São Paulo: Fundação Konrad Adenauer, 2000.

DURAND, Francisco. Os novos empresários (e alguns problemas de idade). Nueva Sociedad, n. 151, p. 73-87, set./out. 1997.

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DE MATO GROSSO DO SUL (FIEMS). Ação FIEMS: ano de comemoração é também marco de investimento para ampliar atendimento. Revista da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul, ano 02, n. 12, 2009a.

______. Ação Sesi: Ensino para jovens e adultos garante novas oportunidades para trabalhadores. Revista da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul, ano 02, n. 12, 2009b.

______. FIEMSinova: gestão integrada envolve diretores em 12 projetos estratégicos e produtivos. Revista da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul, ano 02, n. 12, 2009c.

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DE MATO GROSSO DO SUL (FIEMS); SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL (SENAI). Economia industrial de Mato Grosso do Sul: relatório técnico SENAI, SEBRAE. Campo Grande: FIEMS, SENAI, 2008.

FERNANDES, Alfredo. FIEMS – 30 anos: história e antecedentes. Revista da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul, ano 02, n. 12, p. 9, 2009.

FLEURY, Afonso Carlos Corrêa. Rotinização do trabalho: o caso das indústrias mecânicas. In: FLEURY, Afonso Carlos Corrêa; VARGAS Nilton. Organização do trabalho. São Paulo: Atlas, 1994.

______. Organização do trabalho na indústria: recolocando a questão nos anos 80. In: FLEURY, Maria Tereza Leme; FISCHER, Rosa Maria (Coord.). Processo e relações do trabalho no Brasil. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1992.

GIACALONE, Rita. Asociaciones empresariales integración y Estado Colombia y Venezuela. Nueva Sociedad, n. 151, p. 155-67, set./out. 1997.

LAMOSO, Lisandra Pereira. Dinâmicas produtivas da economia de exploração no Mato Grosso do Sul – Brasil. Mercator, Fortaleza, v. 10, n. 21, p. 33-47, jan./abr. 2011.

LEITE, Marcia de Paula. Trabalho e sociedade em transformação: mudanças produtivas e atores sociais. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2003.

______. Inovação tecnológica e relações de trabalho: a experiência brasileira à luz do quadro internacional. In: CASTRO, Nadya Araújo de (Org.). A máquina e o equilibrista: inovações na indústria brasileira. São Paulo: Paz e Terra, 1995.

______. Reestruturação produtiva, novas tecnologias e novas formas de gestão de mão-de-obra. In: OLIVEIRA, Carlos Alonso Barbosa de et al. O mundo do trabalho: crise e mudança no final do século. São Paulo: Scritta, 1994.

LONGEN, Sérgio Marcolino. Nosso tempo é agora. Revista da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul, ano 02, n. 12, p. 3, 2009.

MATO GROSSO DO SUL. Deliberação CEE/MS n. 9.195, de 30 de novembro de 2009. Fixa normas para a oferta da educação profissional técnica de nível médio no Sistema Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul e dá outras providências. Disponível em: <http://www.cee.ms.gov.br/wp-content/uploads/sites/84/2015/08/del-9195.pdf>. Acesso em: 4 abr. 2014.

______. Deliberação CEE/MS n. 8.830, de 1º de agosto de 2008. Dispõe sobre a implantação do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos de Nível Médio – CNCT no Sistema Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul. Disponível em: <http://www.cee.ms.gov.br/wp-content/uploads/sites/84/2015/08/del-8830.pdf>. Acesso em: 22 abr. 2017.

______. Deliberação CEE/MS n. 7.860, de 16 de setembro de 2005. Dispõe sobre o Estágio Supervisionado, no Sistema Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul e dá outras providências. Disponível em: <http://www.cee.ms.gov.br/wp-content/uploads/sites/84/2015/08/del-7860.pdf>. Acesso em: 8 mar. 2017.

______. Deliberação CEE/MS n. 7.014, de 16 de maio de 2003. Dispõe s obre a inclusão do § 3º no Art . 5º e a supressão do § 4º d o Art. 16, da Deliberação CEE/MS n. 6321, de 17 de agosto de 2001. Disponível em: <http://www.cee.ms.gov.br/wp-content/uploads/sites/84/2015/08/del-7014.pdf>. Acesso em: 15 mar. 2017.

______. Deliberação CEE/MS n. 6.321, de 17 de agosto de 2001. Fixa normas para a Educação Profissional de nível técnico para o Sistema Estadual de Ensino de MS e dá outras providências. Disponível e: <http://www.cee.ms.gov.br/wp-content/uploads/sites/84/2015/08/del-6321.pdf>. Acesso em: 14 nov. 2016.

______. Constituição do Estado de Mato Grosso do Sul. 1989. Disponível em: <https://www.tjms.jus.br/webfiles/producao/SPGE/revista/20180111172735.pdf>. Acesso em: 7 jan. 2016.

______. Lei n. 440, de 21 de março de 1984. Cria o Conselho de Desenvolvimento Industrial do Estado de Mato Grosso do Sul e concede os incentivos que menciona. Disponível em: <http://www.normasbrasil.com.br/norma/lei-440-1984-ms_134341.html>.

______. Resolução n. 016, de 20 de março de 1980. Reconhece as habilitações em Técnico em Eletrotécnica e Técnico em Enfermagem, da Escola Técnica “Marechal Rondon” com sede em Três Lagoas. Disponível em: <http://aacpdappls.net.ms.gov.br/appls/legislacao/sed/legased.nsf/e3258672435f390e04257134005057a1/26d8c5f2bcbb91f104256f32004be3be?OpenDocument>.

NEVES, Lúcia Maria Wanderley (Org.). A nova pedagogia da hegemonia: estratégias do capital para educar o consenso. São Paulo: Xamã, 2005.

NEVES, Lúcia Maria Wanderley. Brasil ano 2000: uma nova divisão de trabalho na educação. São Paulo: Xamã, 2000.

______. Educação e política no Brasil de hoje. São Paulo: Cortez, 1999.

OLIVEIRA, Ramon. Agências multilaterais e a educação profissional brasileira. Campinas, SP: Alínea, 2006.

______. Empresariado industrial e a educação profissional brasileira. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 29, n. 2, p. 249-63, jul./dez. 2003.

RODRIGUES, José. O moderno príncipe industrial: o pensamento da Confederação Nacional da Indústria. Campinas, SP: Autores Associados, 1998.

SENNA, Ester (Org.). Política educacional de Mato Grosso do Sul na trajetória das políticas sociais. Campo Grande, MS: UFMS, 2000.

ZAHRAN, Jorge. Criação da FIEMS é fruto do sonho de industrialização do Estado.   Revista da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul, ano 02, n. 11, p. 8, 2009.

ZAMBERLAN, Carlos Otávio et al. Análise da industrialização sul-mato-grossense em face da industrialização brasileira. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, Taubaté, SP, v. 6. n. 3, p. 114-35, set./dez. 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.20435/inter.v19i1.1547

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Indexada em:
 
 

ISSN 1984-042X (versão online)