Análise do comportamento socioambiental terena por meio de marcadores espaço-temporais: uma contribuição para a conservação da cultura

Sandra Ventura Domingo, Elisangela Castedo Maria

Resumo


A cultura Terena tem sido reconstruída, ao passado são adicionadas ideias novas, o que é uma tática de resistência (PEREIRA, 2009) mesclando velhos hábitos a hábitos novos acompanhando a evolução. Plantio, coleta e caça realizados, com conhecimento tradicional, são regidos pelos marcadores espaço-temporais e associados às técnicas modernas de agricultura por uma parcela pequena da população. O objetivo desta pesquisa foi levantar o comportamento socioambiental Terena e a cultura tradicional inserida ali.

Palavras-chave


etnia Terena; cultura, marcadores espaço-temporais.

Texto completo:

PDF

Referências


BITTENCOURT, Circe Maria; LADEIRA, Maria Elisa. A história do povo Terena. Brasília: MEC, 2000.

BOSI, Ecléa. Memória e sociedade: lembrança de velhos. 2. ed. São Paulo: EDUSP, 1987.

LOIOLA, Sérgio Almeida. Do espaço e tempo ao espaço-tempo: dimensões e marcas. Geografia, Associação de Geografia Teorética – AGETEO, Rio Claro, v. 35, n. 1, p. 5-20, jan,/abr. 2010.

LOIOLA, Sérgio Almeida; OLIVEIRA, Sandra de Fátima; RATTS, Alecsandro J. P. Objetos, ações e processos naturais: de marcadores espaço-temporais às memórias socioambientais. Revista do Departamento de Geografia – USP, São Paulo, v. 21, 2011.

MARIA, E. C. Entrelaçando conhecimentos e saberes: educação ambiental na escola indígena Marcolino Lili – Aquidauana-MS, 2011. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências) – Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Campo Grande, MS, 2011.

MIRANDA, C. C. Territoriedade e práticas agrícolas: premissas para o desenvolvimento local em comunidades Terena de MS. 2006. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Local) – Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, MS, 2006.

MORIN, Edgar. O paradigma perdido: a natureza humana. 5. ed. Portugal: Publicações Europa-américa, 1973. Disponível em: <http://ruipaz.pro.br/textos/paradigma.pdf>. Acesso em: 10 out. 2014.

OLIVEIRA, Roberto Cardoso de. O processo de assimilação dos Terêna. Rio de Janeiro: Museu Nacional do Rio de Janeiro, 1960.

PEREIRA, Levi Marques. Os terena de Buriti: formas organizacionais, territorialização e representação da identidade étnica. Dourados: Editora UFGD, 2009.

RAMOS, Alcida Rita. Sociedades indígenas. 2. ed. São Paulo: Editora Ática, 1988.

SEEMANN, Jörn. Mapeando culturas e espaços: uma revisão para a geografia cultural no Brasil. In: ALMEIDA, Maria G; RATTS, Alecsandro José Prudêncio (Org.). Geografia: leituras culturais. Goiânia: Alternativa, 2003. p. 261-284.

TASSINARI, Antonella M. I. Sociedades indígenas: introdução ao tema da diversidade cultural. In: SILVA, Aracy Lopes; GRUPIONI, Luís Donisete Benzi (Org.). A temática indígena na escola: novos subsídios para professores de 1° e 2° graus. Brasília: MEC/MARI/UNESCO, 1995.

THOMAZ, Omar Ribeiro. A antropologia e o mundo contemporâneo: cultura e diversidade. In: SILVA, Aracy Lopes; GRUPIONI, Luís Donisete Benzi (Org.). A temática indígena na escola: novos subsídios para professores de 1° e 2° graus. Brasília: MEC/MARI/UNESCO, 1995.




DOI: http://dx.doi.org/10.20435/1984-042X-2016-v.18-n.1(05)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Indexada em:
 
 

ISSN 1984-042X (versão online)