A inserção recente da cana-de-açúcar no sudoeste da Amazônia: novos indícios da instabilidade do território em Rondônia e Acre

Mirlei Fachini Vicente Pereira

Resumo


O cultivo da cana-de-açúcar alcança recentemente espaços agrícolas localizados na Amazônia brasileira. Otexto avalia algumas experiências de inserção recente deste cultivo nos estados de Rondônia e Acre, porção sudoesteda Amazônia, reconhecendo fragilidades e novas instabilidades territoriais advindas do cultivo da cana e da instalaçãode usinas por grupos externos.

Palavras-chave


Uso do território. Território instável. Cana-de-açúcar.

Texto completo:

PDF

Referências


ACRE (Estado). Zoneamento Ecológico Econômico do Acre. Fase II. Documento Síntese. Rio Branco: SEMA, 2006.

ACSELRAD, Henri. O zoneamento ecológico-econômico e a multiplicidade de ordens socioambientais na Amazônia. Novos Cadernos Naea, Belém, v. 3, n. 2, p. 5-15, 2000.

ÁLCOOL VERDE/NEPUT-UFV (Núcleo de Estudo e Planejamento do Uso da Terra – Universidade Federal de Viçosa). Relatório de Impacto ao Meio Ambiente (RIMA) Álcool Verde S.A., Capixaba, Acre. Viçosa: NEPUT, 2008.

CORECON (Conselho regional de Economia de Rondônia). Rondônia ganha sua primeira usina de álcool. Seção Notícias, 22 de novembro de 2008. Disponível em: . Acesso em: 25 fev. 2009.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA. Produção Agrícola Municipal-PAM. Disponível em: . Acesso em: fev. 2009.

LOCKS, Afonso. Usineiros iniciam plantio de cana. Folha de Rondônia, Ji-paraná, 28 de outubro de 2007. Caderno Agropecuária. Disponível em . Acesso em: 28 out. 2007.

MAIA, Tião. Quando o progresso bate à porta. Página 20, Rio Branco, 02 de fevereiro de 2008. Caderno Política. Disponível em: . Acesso em: 02 fev. 2008.

PEREIRA, Mirlei Fachini Vicente. O território sob o efeito modernizador: a face perversa do desenvolvimento. Interações - Revista Internacional de Desenvolvimento Local, Campo Grande, v. 8, n. 13, p. 63-9, 2006.

RIBEIRO, Ana Clara Torres. Matéria e espírito: o poder (des)organizador dos meios de comunicação. In: PIQUET, Rosélia; RIBEIRO, Ana Clara Torres (Orgs.). Brasil, território da desigualdade: descaminhos da modernização, 1991. p. 44-55.

ROSAS, Leonildo. Cana é palavra doce para os produtores. Página 20, Rio Branco, 07 de outubro de 2007. Caderno Especial. Disponível em: . Acesso em: 08 out. 2007.

SANTOS, Milton. O trabalho do geógrafo no Terceiro Mundo. São Paulo: Hucitec, 1978.

______. A natureza do espaço. Técnica e tempo. Razão e emoção. São Paulo: Hucitec, 1996.

SANTOS, Milton; SILVEIRA, María Laura. O Brasil. Território e sociedade no início do século XXI. Rio de Janeiro: Record, 2008.

SILVEIRA, María Laura. Uma globalização desnecessária, um território instável. Ciência Geográfica, Bauru, v. 1, n. 21, p. 43-6, 2002.

______. A região e a invenção da viabilidade do território. In: SOUZA, Maria Adelia Ap. de (Org.). Território brasileiro: usos e abusos. Campinas: Edições Territorial, 2003. p. 408-16. cap.24.




DOI: http://dx.doi.org/10.20435/interações.v11i2.365

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1984-042X (versão online)
ISSN 1518-7012 (versão impressa, até v. 16, n. 1, jan./jun. 2015)