Capital humano e crescimento econômico

Giomar Viana, Jandir Ferrera de Lima

Resumo


Esse artigo faz uma revisão de literatura e analisa os principais elementos da teoria do capital humano,principalmente sua influência no crescimento econômico. Para a teoria do capital humano, a educação torna aspessoas mais produtivas, aumenta seus salários e influencia o progresso econômico. Além da análise dos possíveisbenefícios que a educação propicia ao sistema econômico e à sociedade como um todo, existem algumas restrições ousituações que podem inibir seu pleno desempenho. Dentre elas, há o diferencial existente entre quantidade e qualidadeda educação, uma vez que, mesmo com um possível aumento contínuo da educação, ela pode não refletir um nívelqualitativo suficiente para dinamizar a produtividade e o progresso econômico e social da população.

Palavras-chave


Capital humano. Desenvolvimento econômico. Educação.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, E. P. de; PEREIRA, R. S. Críticas à teoria do capital humano: uma contribuição à análise de políticas públicas em educação. Revista de Educação, v. 9, n. 15, 2000.

ALVES, M. G. Como se entrelaçam a educação e o emprego? Contributos da investigação sobre licenciados, mestres e doutores. Revista Interacções, Lisboa, v. 1, n. 1, p. 179-201, 2005.

BARROS, R. P. de; HENRIQUES, R.; MENDONÇA, R. Investimentos em educação e desenvolvimento econômico. Texto para discussão, n. 525, IPEA, 1997.

BARROS, R. P. de, MENDONÇA, R. Salário e educação no Brasil. Rio de Janeiro: IPEA, 1996.

BARROS, R. P. de, SAWYER, D. Unequal opportunity to survive, education and regional disparities in Brazil. Rio de Janeiro: IPEA, 1993.

BECKER, G. S. Human capital a theoretical and empiricalanalysis, with special reference to education. New York: Columbia University Press, 1964.

______. Human capital a theoretical and empirical analysis, with special reference to education. Third Edition, University of Chicago, NBER, New York, 1993. Disponível em: . Acesso em: 23 mar. 2009.

BENHABID, J.; SPIEGEL, M. M. The role of human capital in economic development: evidence from aggregate cross-country data. Journal of Monetary Economics, v. 34, n. 2, p. 143-173, 1994

BERGHEIM, S. Human capital is the key to growth: success stories and policies for 2020. Deutch Bank Research, Current Issues – Global Growth Centre. Social Science Research Network Aug., 2005.

BLAUG, M. Introdução à economia da educação. Porto Alegre: Globo, 1975.

CRAWFORD, R. Na era do capital humano: o talento, a inteligência e o conhecimento como forças econômicas, seu impacto nas empresas e nas decisões de investimento. São Paulo: Atlas, 1994.

FERREIRA, A. B.; NAKABASHI, L.; SANTOS, M. da. Crescimento econômico e acumulação de capital humano: uma análise de causalidade. Textos para discussão, n. 222. Belo Horizonte: UFMG/CEDEPLAR, 2003.

GOULD, D. M.; RUFFIN, R. J. What Determines Economic Growth?. Economic Review – Second Quarter, 1993. Disponível em: . Acesso em: 8 abr. 2009

HIRSCHMAN, A. Estratégia do desenvolvimento econômico. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1961.

IPEA – Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas. Educação no Brasil: atrasos, conquistas e desafios. 2006.

KLIKSBERG, B. Capital social y cultura, claves esenciales del desarrollo. Revista de la CEPAL, Santiago de Chile, n. 69, 1999.

KROTH, D. C.; DIAS, J. Os efeitos dos investimentos público e privado em capitais físico e humano sobre o produto per capita dos municípios da região Sul: uma análise em painéis de dados dinâmicos. In: ENCONTRO DE ECONOMIA DA REGIÃO SUL – ANPEC-SUL, 11. 2008, Curitiba-PR. Anais… Curitiba: ANPEC SUL, 2008.

LAM, D.; DURYEA, S. Effects of schooling on fertility, labor supply, and investment in children, with evidence from Brazil. Michigan: University of Michigan, Department Econ. Pop. Studies Center, 1995.

LIMA, R. Mercado de trabalho: o capital humano e a teoria da segmentação. Pesquisa e Planejamento Econômico, v. 1, n. 1, p. 217-72. 1980.

LUCAS, R. E. JR. On the mecanics of economic development. Journal of Monetary Economics, Amsterdam, v. 22, p. 3-42, 1988.

MANKIW, N. G; ROMER, D.; WEIL, D. A contribution to the emprirics of growth. NBER Working Paper, n. 3541, 1992.

MARTIN, M. A. G.; HERRANS, A. A. Human capital and economic growth in spanish regions. IAER, v. 10, n. 4, p. 257-64, 2004.

MINCER, Jacob. Investment in human capital and personal income distribution. Journal of Political Economy, v. LXVI, n. 4, p. 281-302, 1958.

NAKABASHI, L.; FIGUEIREDO, L. de. Mensurando os impactos diretos e indiretos do capital humano sobre o crescimento. Economia Aplicada, v. 12, n. 1, p. 151-71, jan/mar 2008.

PEREIRA, J. de S. Diferença de escolaridade e rendimento do trabalho nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. 2001. Dissertação (Mestrado) – Escola Superior de agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2001.

PRITCHETT, L. Where has all the education gone?. The World Bank Economic Review, v. 15, n. 3, p. 367-91, 2001.

ROMER, P. M. Increasing Returns and long-Run Growth. The Journal of Political Economy, v. 94, n. 5, Oct. 1986.

______. Human capital and growth: theory and evidence. NBER, Working Paper, Cambridge, n. 3173, nov. 1989.

ROSSI, W. G. Capitalismo e educação: contribuição ao estudo crítico da economia capitalista. São Paulo: Cortez e Moraes, 1978.

SADECK FILHO, F. J. A influência da educação nos salários: uma análise estratificada pela renda. In: ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDO DO TRABALHO, 7., 2001, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: UFRJ, 2001. p. 1-18.

SCHULTZ, T. W. O valor econômico da educação. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1964.

______. O capital humano: investimentos em educação e pesquisa. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1973.

______. Investindo no povo: O segredo econômico da qualidade da população. Rio de Janeiro, Forense Universitária, 1987.

SEN, A. K. Radical needs and moderate reforms, In: DREZE, J.; SEN A. K., Indian development. Selected Regional Perspectives. Bombay: Oxford University Press, 1997.

______. Sobre ética e economia. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

______. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

SOLOW, R. A. A contribution of the theory of economic growth. Quartely Journal of Economics, v. 70, p. 65-94, 1956.

SOUZA, M. R. P. de. Análise da variável escolaridade como fator determinante do crescimento econômico. Revista FAE, Curitiba, v. 2, n. 3, p. 47-56, set./dez.1999.

WALTENBERG, F. D. Análise econômica de sistemas educativos: uma resenha crítica da literatura e avaliação empírica da iniqüidade do sistema educativo brasileiro. 2002. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade – FEA, Universidade de São Paulo, São Paulo.




DOI: http://dx.doi.org/10.20435/interações.v11i2.361

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Indexada em:
 
 

ISSN 1984-042X (versão online)