Artesanato e desenvolvimento local: o caso da Comunidade Quilombola de Giral Grande, Bahia

Marcelo Geraldo Teixeira, Julio Santana Braga, Sandro Fábio César, Asher Kiperstok

Resumo


O presente artigo objetiva registrar o artesanato de retalhos de tecido, produzido pela ComunidadeQuilombola de Giral Grande, localizada em Maragojipe, Recôncavo Baiano, e que se constitui um elemento indicadorda sua identidade cultural, bem como representa um fator de subsistência para uma parcela de seus membros.Essa identidade, por sua vez, torna-se fator indispensável ao processo de legitimação da propriedade territoriallocal, garantida pela Constituição de 1988.

Palavras-chave


Comunidades Quilombolas. Artesanato. Desenvolvimento Local.

Texto completo:

PDF

Referências


ALCALDE, Elisângela de Aguiar; LE BOURLEGAT, Cleonice Alexandre; CASTILHO, Maria Augusta de. O papel dos agentes na comunidade de artesãos em Três Lagoas-MS, como instrumentos impulsionadores do desenvolvimento local. Interações, Campo Grande, MS, v. 8, n. 2, set. 2007.

ALMADA, Emmanuel D.; COELHO, Marcel S.; FERNANDES, Geraldo W. Os saberes ecológicos como forma de preservação. In: Scientifi c American Brasil, Edição Especial Terra 3.0 Aquecimento da Atmosfera, São Paulo, p. 38-43, 2009.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 5 de outubro de 1988. OLIVEIRA, Juarez (Org.). 4. ed. São Paulo: Saraiva, 1990. 168 p. (Série Legislação Brasileira). ______. Ministério dos Transportes. DNIT, Mapa Rodoviário da Bahia, 2002.

CARVALHO, José Jorge de (Org.). O quilombo do Rio das Rãs: história, tradição e luta. Salvador: Edufba, 1996.

CASTELLS, Manuel. O poder da identidade. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

CASTILHO, Maria Augusta de; ARENHARDT, Mauro Mallmann; LE BOURLEGAT, Cleonice Alexandre. Cultura e identidade: os desafios para o desenvolvimento local no assentamento Aroeira, Chapadão do Sul, MS. Interações, Campo Grande, MS, v. 10, n. 2, jul./dez. 2009.

DORFLES, Gillo. O design industrial e sua estética. Lisboa: Editorial Presença, 1991. (Coleção Dimensões). GINZBURG, Carlo. O queijo e os vermes. São Paulo: Schwarcz,1987. p. 26-27

GODOY, Arilda S. Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais. RAE - Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 35, n. 3, p. 20-29, 1995a.

IBGE. Mapa político do estado da Bahia. 2010. Disponível em: . Acesso em: fev. 2011.

KRUCKEN, Lia. Design e território: valorização de identidades e produtos locais. São Paulo: Studio Nobel, 2009.

LIMA, Vanuza Ribeiro de; MARINHO, Marcelo; BRAND, Antonio. História, identidade e desenvolvimento local: questões e conceitos. História & Perspectivas Uberlândia (36-37) p. 363-88, jan./dez. 2007.

O’DWYER, Eliane Cantarino. Introdução. In: O’DWYER, Eliane Cantarino (Org.). Quilombos: identidade étnica e territorialidade. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2002.

PEDROSA, Israel. Da cor à cor inexistente. Rio de Janeiro: Leo Christiano Editorial, 2002.

POUSADA, Carmen. O Brasil dos artesãos. In: LEAL, Joice J. Um olhar sobre o design brasileiro. São Paulo: Objeto Brasil e Imprensa Ofi cial do Estado de São Paulo, 2005.

RICCI, Fábio; SANT’ANA, Rosangela. Desenvolvimento turístico sustentável: o artesanato local como alternativa na cidade de Santo Antônio do Pinhal, SP. CULTUR Revista de Cultura e Turismo, ano 3, n. 1, jan. 2009.

SACHS, Ignacy. Desenvolvimento, direitos humanos e cidadania. SEMINÁRIO DIREITOS HUMANOS NO SÉ- CULO XXI, 1998, Rio de Janeiro. Disponível em: . Acesso em: jan. 2008.

SANTOS, Rodrigo Gonçalves dos. Design e fenomenologia: pensando o método por meio de uma leitura sobre experiência, vivência e intuição. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM DESIGN, 8. Anais... São Paulo: AEND/Brasil, 2008.

SANTOS, Thiago de Sousa et al. O artesanato como elemento impulsionador no desenvolvimento local. In:

SEGET – SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO E TECNOLOGIA, 7. Anais... Resende, 2010.

SCHMITT, Alessandra; TURATTI, Maria Cecília M.; CARVALHO, Maria Celina P. de. A atualização do conceito de quilombo: identidade e território nas definições teóricas. In: Ambiente & Sociedade, ano V, n. 10, 1o Semestre de 2002.

VIDICH, Arthur J.; LYMAN, Stanford M. Métodos qualitativos. Sua história na Sociologia e na Antropologia. In: DENZIN, Norman K.; LINCON, Ivonna S. (Orgs.). O planejamento da pesquisa qualitativa. Teoria e abordagens. Porto Alegre: Artmed, 2006. p. 49.




DOI: http://dx.doi.org/10.20435/interações.v12i2.323

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Indexada em:
 
 

ISSN 1984-042X (versão online)