Turismo de observação de aves no Chaco: oportunidades e desafios ao Corredor Bioceânico, segmento Brasil / Paraguai

Simone Mamede, Maristela Benites, Alberto Esquivel, Robert Clay, Geancarlo de Lima Merighi, Cleber José Rodrigues Alho

Resumo


A região de fronteira entre Brasil e Paraguai, no estado de Mato Grosso do Sul, encontra-se no centro de um dos Corredores Bioceânicos propostos e contempla áreas naturais de Chaco e Pantanal com exuberante biodiversidade. O ecoturismo tem na biodiversidade sua principal fonte de insumos, onde se destaca o turismo de observação de aves. Além de conectar territórios para viabilizar uma cadeia produtiva específica, o corredor logístico pode integrar pessoas e grupos sociais, e criar novas oportunidades de valorização dos ambientes naturais por meio do ecoturismo. O objetivo deste trabalho é propor roteiros integrados para o turismo de observação de aves na fronteira entre Brasil e Paraguai como estratégia de conservação da biodiversidade, inclusão social, dinamização econômica e valorização cultural das comunidades localizadas nos territórios de influência do Corredor Bioceânico. O trabalho foi desenvolvido entre 2002 e 2018 em Porto Murtinho (Brasil), Carmelo Peralta, departamento de Alto Paraguay, Concepción, Presidente Hayes e Boquerón (Paraguai). Foram identificados 10 potenciais roteiros para o turismo de observação de aves, dos quais, cinco encontram-se em Porto Murtinho, dois binacionais (Brasil/Paraguai), e outros três no Paraguai. Os roteiros envolvem locais com alta diversidade de aves: Parque Natural Municipal da Cachoeira do Apa, Parque Nacional Defensores del Chaco, Parque Nacional Médanos del Chaco, além de Reservas Privadas e a Reserva da Biosfera do Chaco no Paraguai. Ao todo, somam-se mais de 400 espécies de aves, entre endêmicas, migratórias, raras e ameaçadas. Esse segmento turístico representa um dos diversos modelos para o desenvolvimento sustentável da região do Corredor Bioceânico. Além disso, a proposta de roteiros integrados de birdwatching no Chaco reflete o potencial transfronteiriço do segmento e pode estimular a melhoria dos destinos, a geração de renda, a identificação de novos produtos e ampliar a qualidade da experiência do turista observador. 


Palavras-chave


Birdwatching; Porto Murtinho; roteiro integrado; sustentabilidade; conservação socioambiental.

Texto completo:

PDF

Referências


BAUMANN, Matthias; ISRAEL, Christoph; PIQUER-RODRÍGUEZ, Maria; GAVIER-PIZARRO, Gregorio Ignacio. Deforestation and cattle expansion in the Paraguayan Chaco 1987-2012. Regional Environmental Change, Dordrecht, v. 17, n. 4, p. 1179-91, 2017.

BENITES, Maristela; MAMEDE, Simone; CARVALHO, Guto; ALHO, Cleber JR. Assessment of avian occurrence in the Brazilian chaco. Avian & Wildlife Biology, Oklahoma, v. 2, n. 4, p. 99-113, 2017.

BIRDLIFE INTERNATIONAL. Important Bird Areas fact sheet: Lagunas Saladas - Riacho Yacaré. [S.d.]. Disponível em: http://www.birdlife.org. Acesso em: 1º fev. 2019.

CHAMBER, Bradnee. 60 Million american birdwatchers chase ever-shrinking quarry. Live Science, New York, 2014. Disponível em: https://www.livescience.com/45514-bird-numbers-plummet-but-birdwatching-popular.html. Acesso em: 20 jan. 2019.

CHESSER, Terri. R. Migration in South America: an overview of the Austral system. Bird Conservation International, Cambridge, v. 4, n. 2-3, p. 91-107, 1994.

COLE, James S.; SCOTT, David. Segmenting participation in wildlife watching: A comparison of casual wildlife watchers and serious birders. Human Dimensions of Wildlife, Fort Collins, v. 4, n. 4, p. 44-61, 1999.

COOPER, Caren B.; SMITH, Jennifer A. Gender patterns in bird-related recreation in the USA and UK. Ecology and Society, Wolfville, v. 15, n. 4, p. 1-13, 2010.

CRACRAFT, Joel. Biological diversification and its causes. Annals of the Missouri Botanical Garden, Missouri, v. 72, n. 4, p. 794-822, 1985.

DELHEY, Kaspar V.; SCOROLLI, Alberto L. Abundancia relativa y estatus de residencia del pepitero chico (Saltatricula multicolor) en el sudoeste de la provincia de Buenos Aires, Argentina. El Hornero, Buenos Aires, v. 17, n. 1, p. 41-4, 2002.

FONSECA, Rafael O. Compensação ambiental: da contradição à valoração do meio ambiente no Brasil. Sociedade & Natureza, Uberlândia, v. 27, n. 2, 2015.

FRANÇA, Maristela O.; PIRANI, Rodrigo, M. M. Políticas e instrumentos de desenvolvimento territorial em ambiente de fronteira - reflexões e aprendizados. Interações, Campo Grande, v. 14, n. especial, p. 37-48, 2013.

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. 18. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2005.

GROOT, Rudolf S.; ALKEMADE, Rob; BRAAT, Leon; HEIN, Lars G.; WILLEMEN, Louise. Challenges in integrating the concept of ecosystem services and values in landscape planning, management and decision making. Ecological Complexity, Leicester, v. 7, n. 3, p. 260-72, 2010.

GUYRA PARAGUAY. Lista comentada de las aves de Paraguay. Asunción: Guyra Paraguay, 2004.

HAYES, Floyd E.; SCHARF, Paul A.; RIDGELY, Robert S. Austral Bird Migrants in Paraguay. The Condor, Washington, v. 96, n. 1, p. 83-97, 1994.

IUCN. The IUCN Red List of threatened species. Alectrurus risora. [S.d]. Disponível em: https://www.iucnredlist.org/species/22700303/93768087. Acesso em: 27 jan. 2019.

KJOLSROD, Lise. You can really start birdwatching in your backyard, and from there the sky’s the limit.  In: KJOLSROD, Lise (Ed.). Leisure as source of knowledge, social resilience and public commitment. Leisure Studies in a Global Era. London: Palgrave Macmillan, 2019.

LEFF, Enrique. Ecologia, capital e cultura: a territorialização da racionalidade ambiental. Petrópolis: Vozes, 2009.

MAMEDE, Simone; MATA, Paola Santos; BENITES, Maristela; SENDODA, Andrea M.; PLUMEY, Bruno. Expedição científica biofronteira do Pantanal: diagnóstico para proposições de manejo à mastofauna na fronteira do Brasil com o Paraguai. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE MASTOZOOLOGIA, 4., 11-22 ago. 2008, São Lourenço, MG. Resumos eletrônicos […]. São Lourenço: UFMG, 2008. Disponível em: http://sbmz.org/wp-content/uploads/2017/09/Livro-de-Resumos-CBMz-2008red.pdf. Acesso em: 20 jan. 2019.

PIACENTINI, Vitor Q. et al. Annotated checklist of the birds of Brazil by the Brazilian Ornithological Records Committee/Lista comentada das aves do Brasil pelo Comitê Brasileiro de Registros Ornitológicos. Revista Brasileira de Ornitologia. Revista Brasileira de Ornitologia, Rio Grande, v. 23, n. 2, p. 90-298, 2015.

PIQUER-RODRÍGUEZ, María; BUTSIC, Van; GÄRTNER, Philipp; MACCHI, L.;. BAUMANN, M; GAVIER PIZARRO, G.; VOLANTE, J. N.; GASPARRI, I. N. M.; KUEMMER, T. Drivers of agricultural land-use change in the Argentine Pampas and Chaco regions. Applied geography, Kennesaw, v. 91, p. 111-22, 2018.

POTT, Arnildo. Vegetação. Plano de Conservação da Bacia do Alto Paraguai (PCBAP). Diagnóstico dos meios físico e biótico: meio biótico. v. 2, tomo 3. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 1997.

POTT, Arnildo; OLIVEIRA, Ademir K. M.; DAMASCENO-JÚNIOR, Geraldo A; SILVA, J. S. V. Plant diversity of the Pantanal wetland. Brazilian Journal of Biology, São Carlos, v. 71, n. 1, p. 265-73, 2011.

PRADO, Darién E. What is the Gran Chaco vegetation in South America? A review. Contribution to the study of flora and vegetation of the Chaco V. Candollea, Genebra, v. 48, p. 145-72, 1993.

PRADO, Darién E.; GIBBS, Peter E.; POTT, Arnildo; POTT, Vali J. The Chaco-Pantanal transition in southern Mato Grosso, Brazil. In: FURLEY, Peter A; PROCTOR, John; RATTER, John A. (Ed.). Nature and dynamics of forest-savanna boundaries. 5. ed. London: Chapman & Hall, 1992.

PROMPERÚ. Perfil del Observador de aves: el turismo en cifras - 2013. Lima: Comisión de la Promoción del Perú para la Exportación y el Turismo (PromPerú), 2014.

RIBEIRO, Mara. A. A espetacularização da natureza no Pantanal. Interações, Campo Grande, MS, v. 19, n. 4, p. 803-12, out./dez. 2018.

SHORT, Lester L. A zoogeographic analysis of the South American Chaco avifauna. Bulletin of the AMNH, New York, v. 154, n. 3, p. 163-352, 1975.

SICK, Helmut. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997.

SIGRIST, Tomas. Guia de campo Avis Brasilis - Avifauna Brasileira. São Paulo: Avis Brasilis, 2013.

SILOTTI, Regis. V. Saltatricula multicolor (Burmeister, 1860), 2015. WA1903214. WikiAves - A Enciclopédia das Aves do Brasil. Disponível em: http://www.wikiaves.com/1903214. Acesso em: 02 abr. 2017.

SILVA, João V.; CAPUTO, Ana C. B. Localização e distribuição da vegetação Savana Estépica (Chaco) no Pantanal brasileiro. In: Simpósio de Geotecnologias no Pantanal, 3. 2010, Cáceres. Anais eletrônicos [...]. Cáceres: Embrapa Informática Agropecuária/INPE, 2010. p. 314-23. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/23282/1/p226.pdf. Acesso em: 2 set. 2018.

SILVA, Marta P.; MAURO, Rodiney A.; ABDON, Myrian; et al. Estado de Conservação do Chaco (Savana Estépica) brasileiro. In: SIMPÓSIO NACIONAL CERRADO, 9., SIMPÓSIO INTERNACIONAL SAVANAS TROPICAIS, 2., Planaltina. Anais eletrônicos […]. Brasília: Embrapa Cerrados, 2008. Disponível em: http://simposio.cpac.embrapa.br/simposio%20em%20pc210%20(Pc210)/trabalhos_pdf/00789_trab1_ap.pdf. Acesso em: 2 set. 2018.

SILVA, Roberto; KAWANO, Bruno; MORES, Giana; BLOIS, Henrique Dias. Exportação da soja brasileira: será o corredor bioceânico uma alternativa para o seu escoamento? Revista Teoria e Evidência Econômica, Passo Fundo, v. 17, n. 36, p. 126-42, 2011.

STRAUBE, Fernando C.; DI GIÁCOMO, Adrian. A avifauna das regiões subtropical e temperada do Neotrópico: desafios biogeográficos. Ciência & Ambiente, Santa Maria, n. 35, p. 137-66, 2007.

STRAUBE, Fernando C.; URBEN-FILHO, Alberto; PIVATTO, Maria A. C.; NUNES, Alessandro Pacheco; TOMÁS, Walfrido Moraes. Nova contribuição à ornitologia do Chaco brasileiro (Mato Grosso do Sul, Brasil). Atualidades ornitológicas, v. 134, p. 1-27, 2006a.

STRAUBE, Fernando C.; URBEN-FILHO, Alberto; NUNES, Alessandro P.; TOMÁS, Walfrido Moraes; VIEIRA-DA-ROCHA, Maria Cecília. Avifauna do Pantanal de Nabileque (Mato Grosso do Sul, Brasil). Atualidades Ornitológicas, Ivaiporã, v. 134, p. 28-50, 2006b.

The Nature Conservancy (TNC); Fundación Vida Silvestre Argentina (FVSA); Fundación para el Desarrollo Sustentable del Chaco (DeSdel Chaco); y Wildlife Conservation Society Bolivia (WCS).  Evaluación Ecorregional del Gran Chaco Americano / Gran Chaco Americano Ecoregional Assessment. Buenos Aires: Fundación Vida Silvestre Argentina, 2005.

TUBELIS, Dárius P.; TOMAS, Walfrido M. Birds species of the Pantanal wetland, Brazil. Ararajuba, Rio Grande, v. 11, n. 1, p. 5-37, 2003.

U.S. FISH; WILDLIFE SERVICE. 2016 National survey of fishing, hunting, and wildlife-associated recreation. U.S. Department of the Interior, U.S. Fish and Wildlife Service, and U.S. Department of Commerce, U.S. Census Bureau. Disponível em: https://wsfrprograms.fws.gov/subpages/nationalsurvey/nat_survey2016.pdf. Acesso em: 2 set. 2018.

ZYSKOWSKI, Kristof.; ROBBINS, Mark. B.; PETERSON, Andrew; ZYSKOWSKI, Kimberly. Avifauna of the northern Paraguayan Chaco. Ornitología neotropical, Buenos Aires, v. 14, p. 247-62, 2003




DOI: http://dx.doi.org/10.20435/inter.v20iespecial.2386

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Indexada em:
 
 

ISSN 1984-042X (versão online)