Experiência em serviços e segmentação pela renda em uma cooperativa de crédito

Viviane Sotoriva Cappellesso, June Alisson Westarb Cruz, Tomas Sparano Martins

Resumo


O presente artigo refere-se a um estudo de caso em uma cooperativa de crédito segmentada nos profissionais da saúde. A pesquisa objetivou analisar a experiência em serviço da cooperativa com seu quadro social, segmentado pela renda. O estudo pode ser descrito como uma pesquisa exploratória e descritiva de caráter quantitativo com corte transversal obtida através de dados primários e secundários que resultaram no grau de satisfação, lealdade e boca a boca do quadro social.


Palavras-chave


experiência em serviços; renda; cooperativa; crédito.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, E. C.; FARIAS, S. A. O que os olhos veem: a perspectiva do consumidor sobre o significado de cores e iluminação na atmosfera de restaurante centrado na experiência. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, 36., 2012, Rio de Janeiro. Anais[...]. Rio de Janeiro: ANPAD, 2012.

ANDRADE, V. M. Gerenciamento de impressões em serviços de hospitalidade: investigando o servicescape em hotéis com base na metáfora teatral. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, 28., 2004, Curitiba. Anais[…]. Curitiba: ANPAD, 2004.

BANCO CENTRAL DO BRASIL (BCB). Dados financeiros. 2015. Disponível em: <https://www3.bcb.gov.br/informes/?wicket:interface=:0:3>. Acesso em: 5 dez. 2015.

BELMONTE, S. Sistema de crédito cooperativo avança mesmo em meio à crise. Executivos Financeiros, 12 maio 2016. Disponível em: <http://www.executivosfinanceiros.com.br/credito/3031-sistema-de-credito-cooperativo-avanca-mesmo-em-meio-a-crise>. Acesso em: 20 out. 2017.

BITNER, M. J. Servicescape: the impact of physical surroundings on customers and employees. Journal of Marketing, Chicago, v. 56, n. 2, p. 57-71, 1992.

BRASIL. Lei n. 4.595, de 31 de dezembro de 1964. Dispõe sobre a Política e as Instituições Monetárias, Bancárias e Creditícias, cria o Conselho Monetário Nacional e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 31 jan. 1965. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L4595.htm. Acesso em: 5 fev. 2016.

BRASIL. Lei n. 5.764, de 16 de dezembro de 1971. Define a Política Nacional de Cooperativismo, institui o regime jurídico das sociedades cooperativas, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 16 dez. 1971. Disponível em: http://www.normaslegais.com.br/legislacao/lei5764.htm. Acesso em: 24 jan. 2016.

BROWN, J. J.; REIGEN, P. H. Social ties and word of mouth referral behavior. Journal of Consumer Research, Nova York, v. 14, n. 3, p. 350-362, dez. 1987.

Brown, T. J.; Barry, T. E.; Dacin, P. A.; Gunst, R. F. Spreading the word: investigating the antecedents of consumers’positive word-of-mouth intentions and behaviors in a retailing context. Journal of Academy of Marketing Science, v. 33, n. 2, p. 123-138, 2005.

CARVALHO, J. L. F.; MOTTA, P. C. Iluminando cenário de serviços: um exame das funções da luz nas “horas da verdade”. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, 24., 2000, Costão do Santinho. Anais[...]. Costão do Santinho: ANPAD, 2000.

CARVALHO, J. L. F.; VERGARA, S. C. A fenomenologia e a pesquisa dos espaços de serviços. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 42, n. 3, p. 78-91, jul./set. 2002.

CARVALHO, J. L. F.; LIMA, T. R.; MOTTA, P. C. As experiências interativas sociotécnicas com a iluminação de cenário de serviços. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, 27., 2003, Atibaia. Anais[...]. Atibaia: ANPAD, 2003.

CHASE, R. B.; APTE, U. M. A history of research in service operations: what’s the big idea? Journal of Operations Management, Dallas, v. 25, n. 2, p. 375-386, 2007.

FERREIRA, F. N. H.; MOREIRA, R. N.; MOURA, S. F. O consumo de experiências em cenários temáticos: um estudo sobre restaurantes de comida japonesa. In: ENCONTRO DE MARKETING DA ANPAD, 2., 2006, Rio de Janeiro. Anais[...]. Rio de Janeiro: ANPAD, 2006.

GREMLER, D. D. Word-of-mouth about service providers: an illustration of theory development in marketing. In: AMA WINTER EDUCATOR’S CONFERENCE, 15., 1994, Chicago. Proceedings[…]. Chicago: American Marketing Association, 1994. p. 62-70.

HARRISON-WALKER, L. J. The measurement of word-of-mouth communications and an investigation of service quality and customer commitment as potential antecedents. Journal of Service Research, Thousand Oaks, v. 4, n. 1, p. 60-75, ago. 2001.

HEINEKE, J.; DAVIS, M. M. The emergence of service operations management as an academic discipline. Journal of Operations Management, Dallas, v. 25, n. 2, p. 364-74, 2007.

HOLBROOK, M. B.; HIRSCHMAN, E. C. The experiential aspects of consumption: consumer fantasies, feelings, and fun. Journal of Consumer Research, Chicago, v. 9, p. 132-40, set. 1982.

HUBBERT, A. R.; SEHORN, A. G.; BROWN, S. W. Service expectations: the consumer versus the provider. International Journal of Service Industry Management, v. 6, n. 1, p. 6-21, 1995.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍTICA (IBGE). Pesquisa anual de serviços. Ano 2016. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/economia/comercioeservico/pas/pas2007_suple_prod_serv/default.shtm. Acesso em: 6 fev. 2016.

KLAUS, P.; MAKLAN, S. EXQ: a multiple-item scale for assessing service experience. Journal of Service Management, Boston v. 23, n. 1, p. 5-33, 2012.

KLAUS, P.; MAKLAN, S. Toward a better measure of customer experience. International Journal of Marketing Research, London, v. 55, n. 2, p. 227-46, 2013.

MAKLAN, S; KLAUS, P. Customer experience: are we measuring the right things. International Journal of Market Research, London, v. 53, n. 6, p. 771-92, 2011.

MENDONÇA, J. R. C.; BARBOSA, M. L. A.; DURÃO A. F. Fotografias como um recurso de pesquisa em marketing: o uso de métodos visuais no estudo de organizações de serviços. Revista de Administração Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 11, n. 3, p. 57-81, jul./set. 2007.

MOURA, F. T.; LUCIAN, R. A experiência extraordinária de um jogo de futebol: a influência do ambiente de serviços e da qualidade percebida na satisfação dos consumidores. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, 32., 2008, Rio de Janeiro. Anais […]. Rio de Janeiro: ANPAD, 2008.

ORGANIZAÇÃO DAS COOPERATIVAS DO BRASIL (OCB). Cooperativas de crédito transformam realidades. 18 out. 2017. Disponível em: http://www.ocb.org.br/noticia/20894/cooperativas-de-credito-transformam-realidades. Acesso em: 20 nov. 2015.

OLIVER, R. L. Satisfaction: a behavioral perspective on the consumer. New York: McGraw Hill, 1997.

PARASURAMAN, A.; ZEITHAML, V. A.; BERRY, L. L. Servqual: a multiple-item scale for measuring consumer perceptions of service quality. Journal of Retailing, Boston, v. 64, n. 1, p. 12-40, 1988.

PARASURAMAN, A.; ZEITHAML, V. A.; MALHOTRA, A. ES-QUAL: a multiple-item scale for assessing electronic service quality. Journal of Service Research, Newcastle Upon Tyne, v. 7, n. 3, p. 213-33, Feb. 2005.

PINE II, J.; GILMORE, J. H. O espetáculo dos negócios: desperte emoções que seduzam os clientes. Sensações intensas determinam o valor de produtos e serviços. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 1999.

PINHO, D. B.; PALHARES, V. M. A. (Org.). O cooperativismo de crédito no Brasil: do século XX ao século XXI. Brasília: Confebrás, 2004.

PRADO, P. H. M.; SANTOS, R. C. Comprometimento e lealdade: dois conceitos ou duas dimensões de um único conceito? In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, 27., 2003, Atibaia. Anais [...] Atibaia: ANPAD, 2003.

PULLMAN, M.; GROSS, M. Welcome to your experience: where you can check out anytime you´d like, but you can never leave. Journal of Business and Management, Orange, v. 9, n. 3, p. 215-32, 2003.

REICHHELD, F. F.; MARKEY, Jr. R. G.; HOPTON, C. The loyalty effect: the relationship between loyalty and profits. European Business Journal, Londres, v. 12, n. 3, p. 134-39, 2000.

SCHEMBRI, S. Rationalizing service logic, or understanding service as experience? Marketing Theory, Boston, v. 6, n. 3, p. 381-92, 2006.

SHETH, J. N.; MITTAL, B.; NEWMAN, B. I. Comportamento do cliente: indo além do comportamento do consumidor. São Paulo: Atlas, 2001.

TEIXEIRA, A. K. G.; BARBOSA, M. L. A. O sistema de oferta de restaurantes de alta gastronomia: uma perspectiva sensorial das experiências de consumo. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, 32., 2008, Rio de Janeiro. Anais[…]. Rio de Janeiro: ANPAD, 2008.

UNIPRIME CENTRAL. Que somos. Disponível em: http://www.uniprimecentral.com.br/cooperativa/quemsomos. Acesso em: 6 jan. 2016.

VERHOEF, P. C.; LEMON, Katherine N.; PARASURAMAN, A.; ROGGEVEEN, Anne; TSIROS, Michael; SCHLESINGER, Leonard A. Customer experience creation: determinants, dynamics and management strategies. Journal of Retailing, Boston, v. 85, n. 1, p. 31-41, 2009.

VOSS, C.; ROTH, A.; CHASE, R. B. Experience, Service Operations Strategy and Services as Destinations: foundations and exploratory investigation. Production and Operations Management, v. 17, n. 3, p. 247-66, 2008.

ZEITHAML, V.; BERRY, L.; PARASURAMAN, A. The behavioral consequences of service quality. Journal of Marketing, Chicago, v. 60, n. 2, p. 31-46, 1996.




DOI: http://dx.doi.org/10.20435/inter.v0i0.1650

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 
Indexada em:
 
 

ISSN 1984-042X (versão online)